Transformamos sua MEI em ME

Microempreendedor, saiba como transformar sua MEI em ME. A Agilize ajuda a escolher a melhor tributação para sua empresa.

Navegue e veja tudo que fazemos por sua empresa.

Solicite uma proposta grátis

Todas as obrigações legais estão inclusas no seu plano

Sua empresa 100% regular

Todas as obrigações legais com Receita Federal e Prefeitura
Cálculo dos impostos / emissão de guias de impostos
Pro-labore dos sócios
Obrigações acessórias como DCTF, SPED etc
Envio do Imposto de Renda da Empresa anual - IRPJ (DIPJ, DEFIS)
Relatórios contábeis (DRE, Balanço Patrimonial, Balancete, Livro Caixa etc)
Documentos assinados por contador
Atendimento personalizado via chat, email e telefone
Conexão segura com a plataforma

Serviços extras

Estes serviços raramente são solicitados. A Agilize mantem sua empresa 100% regularizada via mensalidade. No entanto, caso precise de um serviço extra, estamos aqui para te apoiar.

Lista de serviços avulsos:
- Alteração contratual
- Certidões negativas do INSS, FGTS, Federais e ISS
- Declaração Siscoserv (para exportadoras de serviço)
- Certidão negativa de falências ou protestos
- Consultoria

Já falamos do nosso atendimento?

Você fala com a gente como preferir. Adoramos responder as suas dúvidas.

Chat

Email

Telefone: 4020.8283 (ligação local)

Principais dúvidas

Quanto custa alterar minha empresa de MEI para ME?

Os custos para essa alteração variam conforme a cidade e a atividade que será desenvolvida por ela. Pode variar de R$ 200 a R$ 1.200. A Agilize auxilia você a tomar as melhores decisões no processo de abertura da sua empresa.

Eu posso emitir notas fiscais durante o processo de alteração?

Sim. Você pode emitir notas fiscais durante o processo de alteração de MEI para ME, portanto a sua empresa não precisa parar. É importante levar em consideração que as notas que estará emitindo durante a alteração já serão consideradas para tributação como ME. Isto ocorre porque é necessário desenquadrar a sua empresa do MEI logo no início do processo de alteração. Em outras palavras, se, por exemplo, as atividades da sua empresa se enquadram no Anexo III do Simples Nacional, as notas emitidas a partir do desenquadramento inicial do MEI já serão tributadas em 6% na primeira faixa de faturamento (Até R$180 mil anuais).

Quanto tempo demora para alterar uma empresa?

Hoje, o processo dura em média de 25 a 45 dias úteis. A alteração de uma empresa no Brasil passa por algumas etapas e distintos órgãos públicos. Todo o processo é realizado pela Agillize Escritório de Contabilidade Online, por um valor de honorários contábeis justo, e com a garantia de eficiência e rapidez.

Quais documentos pessoais eu preciso para alterar minha empresa?

Para cada sócio:

  • RG e CPF autenticados (Carteira Nacional de Habilitação é documento válido)
  • Comprovante de endereço
  • Se casado(a), certidão de casamento

Eu não tenho endereço, posso registrar minha empresa em endereço residencial?

Isso não é padronizado no Brasil. A maior parte das prefeituras permitem o registro de empresas prestadoras de serviços sem funcionários e sem atendimento ao público em endereço residenciais. São Paulo, Rio de Janeiro são exemplos de capitais que permitem. Salvador é uma capital que não permite. Em Salvador a Agilize disponibiliza um endereço gratuito para que as empresas possam se instalar.

Minha empresa pode ser registrada no regime Simples Nacional?

Atualmente, quase todas as empresas com faturamento de até R$ 3,6 milhões anuais podem optar pelo Simples. Empresas de serviço que antes não podiam optar pelo Simples (consultórios médicos, escritórios de advocacia, corretores, escritórios de engenharia), a partir de 2015 estão autorizadas a optar.

Além disso os seguintes casos são mais comuns de veto são:

  • Empresas que sejam sócias de outra empresas
  • Empresas cujo sócio participe de outras empresas Simples e que o somatório do faturamento delas seja maior que R$ 3.600.000,00. Ex: Empresário A é sócio da empresa B e C. As duas empresas no Simples. A soma do faturamento de B e C não pode ser superior a R$ 3.600.000,00
  • Empresas cujo sócio participe de outras empresas com mais de 10% do capital de outra empresa não beneficiada pelo Simples Nacional, desde que a receita bruta global ultrapasse o limite de R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais). Ex: Empresário A é sócio da empresa B e C. A empresa B é Simples. A empresa C é lucro presumido e fatura R$ 4.000.000,00 / ano. Neste caso o empresário A somente pode ter menos de 10% da empresa C
  • Empresas com débitos tributários federais, estaduais, municipais ou dívidas com a Previdência

Destaques do blog!